Protótipo de aplicativo: para que serve e como fazer?

Protótipo de aplicativo

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Se você quer aumentar a presença digital, a saída mais inteligente, antes de recorrer a uma solução pronta, é investir em um protótipo de aplicativo.

Mas você sabe o que é, para que serve, como fazer e quais são suas vantagens?

Se a sua resposta foi negativa para todas ou à maioria dessas perguntas, não se preocupe.

Ao longo deste texto, a gente conta os detalhes para você. 

Então, siga acompanhando todas as dicas e informações!

Protótipo de aplicativo: o que é?

O protótipo de aplicativo nada mais é do que um escopo da solução pronta.

Nele, é possível ver o design, as telas e o conteúdo sem que ele tenha sido, de fato, programado.

Ou seja, funciona como um projeto do app.

É uma maneira de o cliente e do próprio desenvolvedor analisarem, testarem e validarem o programa – e de fazer isso antes de os códigos de programação e do desenvolvimento back-end entrarem em ação.

Para que serve um protótipo de app?

Basicamente, o protótipo de app serve como um teste para verificar se vale a pena ou não levar a solução adiante do jeito que está.

Afinal, já é possível ter uma ideia de como ela vai funcionar quando o desenvolvimento, efetivamente, acontecer.

Além disso, é mais barato realizar ajustes enquanto se está nessa fase do que promover mudanças depois que o aplicativo estiver publicado em uma loja de app.

Não é muito diferente da planta de uma casa ou do projeto de qualquer iniciativa empresarial: é melhor fazer todas as considerações quando ainda se está no papel do que deixar as correções para mais tarde.

Como fazer um protótipo de aplicativo?

Como vimos, o protótipo de aplicativo é uma fase vital para o sucesso da sua solução digital.

Por isso, a recomendação é sempre contar com uma empresa especializada no assunto para realizar esse escopo, que pode ser dividido em 7 etapas.

Veja quais são elas:

  • Objetivo do app: brainstorming entre o cliente e os desenvolvedores para alinhar o que se pretende com a solução. O tipo de aplicativo (nativo, híbrido e web) também deve ser definido aqui
  • Tipo de protótipo utilizado: a escolha é conforme a fidelidade e, quanto mais complexo for o modelo (uso de recursos como Sketch), mais próxima será a percepção frente à solução final
  • Ferramentas, funcionalidades e requisitos: análise das principais tecnologias disponíveis, aliando aos objetivos do app
  • Viabilidade da execução: fazer testes, avaliar o que tem mais chances de dar certo e prever eventuais falhas
  • Escolha do ambiente de teste: restrito ou controlado (laboratório), geral, parcial ou total
  • Implementação: colocar em prática especificações técnicas e diferenciais do app com base na experiência de uso dos clientes
  • Integração: deixar o protótipo o mais próximo possível do aplicativo real; isso inclui os testes nos devidos sistemas operacionais.

Seu protótipo com especialistas

Na hora de recorrer a uma solução digital, não vá atrás de promessas milagrosas nem de aventuras: opte por uma empresa séria e com um time de especialistas.

No Mundo DevOps, oferecemos suporte em cada etapa do projeto, desde o protótipo até o app pronto e alinhado aos objetivos organizacionais.

Acesse o nosso site e solicite um orçamento. Estamos prontos para firmar mais uma parceria de sucesso!

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Veja mais

Você Quer Impulsionar Seu Negócio?

mande-nos uma mensagem e mantenha contato

Atendimento Mundo DevOps
Enviar via WhatsApp